20 Dicas Essenciais de Como Estudar para Concurso

Como Estudar para Concurso

Se você sonha em conquistar a estabilidade financeira e os diversos outros benefícios que um cargo público pode proporcionar, mas não sabe como começar a estudar para concurso público. Não se preocupe, este artigo é para você!

Com as 20 dicas de como estudar para concurso que compartilhamos aqui, você estará mais preparado do que nunca para enfrentar as provas e conquistar o cargo dos seus sonhos.

Então, não perca mais tempo e embarque nessa jornada rumo à sua aprovação! Aplique estas dicas e aproveite as inúmeras oportunidades que os concursos públicos trarão este ano.

Dicas de Como Estudar para Concurso

1. Saiba o que estudar

Muitas pessoas se questionam sobre a melhor forma de se preparar para concursos públicos, não apenas buscando a técnica de estudo ideal, mas também o conteúdo fundamental para alcançar a aprovação.

Para iniciar uma preparação sólida e estratégica, é recomendável realizar uma pesquisa minuciosa sobre o concurso em questão, analisar cuidadosamente os editais anteriores e identificar os temas principais abordados nas provas.

Portanto, ter acesso a informações detalhadas e pertinentes é o primeiro passo para começar a estudar de forma eficaz e otimizada.

2. Defina para qual área você vai estudar

O tempo em que era possível estudar de forma genérica para concursos públicos e conseguir obter uma pontuação nas provas, acabou!

Hoje em dia, as seleções estão se tornando cada vez mais específicas e complexas. Por isso, quanto antes você escolher para qual área vai se preparar, maiores serão as chances de obter bons resultados nos provas.

Entre áreas de concursos que você pode escolher, estão:

  • Fiscal
  • Administrativa
  • Policial
  • Controle
  • Jurídica
  • Tribunais
  • Legislativa
  • Saúde
  • Educação
  • Bancária
  • Militar
  • Diplomática

Cada uma delas possui características específicas e exige conhecimentos distintos. Portanto, é imprescindível que você determine logo de início a sua área de interesse.

3. Informe-se sobre o cargo

É importante saber o máximo possível sobre o cargo que você deseja ocupar, pois cada cargo tem suas próprias características e exigências, então se informe sobre:

  • Nível de escolaridade exigido para exercício do cargo;
  • Local de lotação, ou seja, onde você trabalhará após ser aprovado;
  • Remuneração e benefícios;
  • Progressão de carreira;
  • Jornada de Trabalho;
  • Área de atuação e atribuições do cargo.

Isso te ajudará a ter certeza se o cargo se encaixa em seu perfil e objetivos.

4. Não espere o edital sair para começar a estudar

Muitos concurseiros cometem o erro de esperar o edital sair para começar a estudar, mas isso é um grande equívoco. Se você realmente quer ser aprovado, não pode deixar tudo para última hora.

Comece o seu planejamento e estudos assim que você decidir qual concurso vai prestar. Assim, você terá tempo para se preparar de forma mais adequada e gradual, sem precisar correr contra o tempo.

Então, acompanhe as previsões de editais de concursos e inicie sua preparação com antecedência.

E quando o edital do seu concurso for publicado, fique atento às possíveis mudanças, como conteúdos novos ou alterações na banca examinadora, pois essas mudanças podem interferir em sua estratégia de estudos.

5. Verifique todo conteúdo programático no edital

O conteúdo programático é sempre divulgado no edital do concurso e é essencial que você o conheça em detalhes.

Leia com atenção todo o conteúdo exigido para a prova, assim você poderá desenvolver um plano de estudos mais eficiente, focando nos temas que possuem maior peso na avaliação.

Fique atento às possíveis mudanças no conteúdo programático e atualize seu planejamento de estudos conforme necessário.

E lembre-se que o edital é sua principal fonte de informações sobre o concurso, então não deixe de lê-lo com cuidado e tirar todas as suas dúvidas.

6. Conheça a banca examinadora

Cada banca examinadora possui sua própria forma de abordar os conteúdos e elaborar as questões, o que influencia diretamente na preparação para o concurso.

Por isso, é fundamental dedicar um tempo para conhecer a banca responsável pela avaliação do certame que você irá prestar.

Alguns exemplos de bancas examinadoras são:

  • Cespe
  • FCC
  • FGV
  • Vunesp
  • Cesgranrio
  • ESAF

Realizar uma pesquisa aprofundada sobre as características da banca do seu concurso, como o estilo das questões, os critérios de avaliação utilizados e os assuntos mais recorrentes nas provas anteriores, é um passo importante para direcionar seus estudos de maneira mais eficaz.

Essa análise minuciosa ajudará não apenas a se preparar de forma mais assertiva, mas também a se familiarizar com o formato das questões que serão cobradas.

7. Faça provas de edições anteriores

É essencial fazer provas de edições anteriores do concurso que você está se preparando.

Isso te dará uma ideia mais realista do nível de dificuldade da prova e permitirá que você analise seus pontos fortes e fracos.

Ao conferir a resolução das questões, identifique quais são os assuntos que você teve mais dificuldade e foque em reforçá-los nos seus estudos.

Também é importante analisar como as questões foram elaboradas e se há alguma estratégia específica para resolvê-las.

8. Tenha pequenas metas diárias

Uma excelente estratégia para manter a motivação e o foco nos estudos é estabelecer pequenas metas diárias.

Essas metas podem consistir, por exemplo, em resolver um número específico de questões, ler uma determinada quantidade de páginas de algum material ou até mesmo revisar um tópico importante.

Ao cumprir essas metas diárias, você não só se sentirá mais produtivo, mas também mais confiante em suas habilidades de aprendizado.

Esse senso de realização diária é fundamental para manter o entusiasmo e a dedicação aos estudos a longo prazo.

Também é fundamental reconhecer e celebrar suas conquistas, não importa o quão pequenas possam parecer.

Esses momentos de celebração servem como lembretes positivos do seu progresso e incentivam a manter sua motivação em alta, impulsionando-o a continuar seu caminho de aprendizado com entusiasmo e determinação.

9. Crie um plano de estudos personalizado

Cada pessoa possui um ritmo e método de aprendizado diferente. Por isso, é fundamental criar um plano de estudo personalizado que não apenas se adapte às suas necessidades, mas também leve em conta sua maneira única de absorver informações.

Isso pode incluir dividir seu tempo de estudo em blocos menores, fazer pausas regulares para descansar e revisar o conteúdo.Também pode ser útil modificar seu plano de estudo à medida que suas necessidades e dificuldades mudam.

Não tenha medo de testar diferentes abordagens até encontrar aquela que funcione melhor para você.

10. Defina seu material de estudos e de revisão

Além de definir metas e criar um plano de estudos, é importante também escolher o material de estudos e revisão adequados. Isso pode incluir apostilas, livros didáticos, videoaulas, PDFs, entre outros.

Certifique-se de que os materiais selecionados sejam confiáveis e abordem os assuntos necessários para o seu objetivo de estudo.

É recomendado revisar regularmente o material já estudado para fortalecer sua compreensão e aumentar sua retenção.

Você pode criar seus próprios resumos, mapas mentais ou até mesmo realizar sessões de estudo em grupo para auxiliar nesse processo de revisão.

Encontre um material de estudo que funcione melhor para você e mantenha-se consistente.

Você vai se surpreender com o quanto pode aprender e evoluir quando estiver determinado e comprometido com seu material de estudo e revisão.

Experimentar os diferentes tipos de materiais disponíveis, pois cada pessoa tem um estilo de aprendizagem único.

Se um material não estiver funcionando para você, tente outro até encontrar a que melhor se adapta ao seu modo de aprendizado.

11. Trabalhe em seus pontos fracos

Outro aspecto crucial para um aprendizado eficaz é identificar e trabalhar em seus pontos fracos.

Não tenha medo ou vergonha de reconhecer suas dificuldades, pois isso faz parte do processo de crescimento e aprimoramento pessoal.

Se você tem dificuldade em um determinado assunto, não evite estudá-lo ou esperar até que ele desapareça. Em vez disso, enfrente-o e dedique mais tempo e esforço para compreendê-lo.

Procure por recursos adicionais que possam ajudá-lo a superar suas dificuldades, como cursos preparatórios, mentorias, coachings ou grupos de estudos.

Ao trabalhar em seus pontos fracos, você está construindo uma base sólida para um aprendizado mais avançado e eficaz no futuro.

12. Crie mapas mentais

Os mapas mentais são uma ótima ferramenta para organizar informações e facilitar a compreensão e memorização de conceitos.

Eles permitem que você crie conexões visuais entre diferentes ideias e tópicos, tornando o processo de aprendizagem mais dinâmico e interativo.

Também podem ser utilizados em conjunto com outras técnicas de estudo, como resumos e flashcards.

Você pode criar seus próprios mapas mentais à mão ou por meio de aplicativos e softwares específicos.

13. Divida seu tempo de estudo entre leituras, exercícios e revisões

Um erro comum de muitos concurseiros é focar apenas na leitura de materiais teóricos, sem praticar a aplicação dos conhecimentos.

É importante dividir seu tempo de estudo entre leituras, exercícios e revisões para garantir que você esteja entendendo e absorvendo o conteúdo de forma efetiva.

Enquanto estiver lendo um material teórico, faça pausas para resolver exercícios relacionados ao assunto.

Além de testar seus conhecimentos, isso ajudará a identificar quais tópicos você precisa revisar mais ativamente.

14. Mantenha bons hábitos de estudo

Não adianta investir em diversos materiais de estudo se você não mantiver bons hábitos e disciplina.

É essencial estabelecer uma rotina de estudos, definindo horários e intervalos regulares.

Durante todo período de preparação para o concurso, também é fundamental cuidar tanto da sua saúde física quanto mental.

Pratique atividades físicas regularmente, mantenha uma alimentação saudável e reserve momentos para lazer e relaxamento.

Isso ajudará a manter seu corpo e mente saudáveis, evitando o estresse e o esgotamento mental.

E lembre-se: a consistência é mais importante do que a quantidade de horas estudadas por dia.

15. Evite distrações

O ambiente digital pode ser um grande aliado nos estudos por oferecer uma infinidade de recursos e informações úteis.

No entanto, também pode se tornar uma grande fonte de distração se não for utilizado corretamente.

Então, tente limitar o tempo gasto em redes sociais e outras formas de entretenimento online durante a sua preparação.

Uma dica é utilizar aplicativos que bloqueiam esses sites por um determinado período ou estabelecer recompensas a cada hora de estudo concluída.

Também evite estudar em locais barulhentos ou com muitas pessoas ao redor. Procure um local tranquilo e agradável que favoreça a sua imersão nos conteúdos.

16. Tenha um local de estudos adequado

É importante ter um espaço dedicado exclusivamente para os estudos.

Pode ser uma escrivaninha no quarto, uma mesa na sala, ou qualquer outro lugar que proporcione conforto e organização.

Esse espaço deve ser livre de distrações e ter tudo o que você precisa utilizar durante suas sessões de estudos, como materiais de estudo, livros, computador e uma boa iluminação.

E para ajudar a melhorar ainda mais sua concentração e produtividade, mantenha seu ambiente de estudo sempre limpo e organizado.

17. Mantenha perto tudo que for usar

Dentre as distrações mais comuns durante os estudos, está a necessidade de interromper seu tempo de concentração para buscar materiais que foram esquecidos ou deixados em outro cômodo.

Isso pode causar uma quebra no fluxo de aprendizado e prejudicar a assimilação do conteúdo.

Então, a solução é manter por perto tudo que você precisará usar durante o período de estudo, desde materiais de anotação até livros e outros recursos necessários para suas atividades.

Ao ter esses itens essenciais ao alcance da mão, você evita interrupções desnecessárias e consegue manter seu foco no que realmente importa: absorver o conteúdo de forma mais eficaz e produtiva.

18. Use ferramentas online com sabedoria

As tecnologias estão cada vez mais presentes no nosso dia a dia e podem ser grandes aliadas nos estudos.

Existem diversas ferramentas online que podem auxiliar em diferentes aspectos, como organização de tarefas, elaboração de mapas mentais, exercícios interativos, entre outras.

Porém, esses recursos devem ser usados com sabedoria, pois podem facilmente se tornar uma distração caso não sejam utilizados de forma adequada.

Portanto, utilize as ferramentas que realmente agregam valor aos seus estudos e evite se distrair com atividades desnecessárias.

19. Busque maneiras para manter a motivação

Manter a motivação durante o processo de estudo pode ser um desafio, especialmente quando estamos sobrecarregados com muitas tarefas e responsabilidades do dia a dia.

Em meio a esses momentos desafiadores, é fundamental buscar maneiras eficazes de se manter motivado.

Uma maneira simples de fazer isso é estabelecer metas claras e alcançáveis, dividindo o estudo em etapas menores para facilitar o progresso e manter a motivação em alta.

Outra é recompensando e comemorando suas conquistas, seja com breves pausas para relaxar ou por meio de atividades que lhe tragam prazer.

É importante lembrar constantemente do seu propósito e dos benefícios que a aprovação em um concurso público trará para sua vida.

20. Estudar sozinho, fazer curso preparatório ou ter um coach

Muitas vezes, nos deparamos com a dúvida sobre qual é o melhor caminho para alcançar nossos objetivos de estudo.

Estudar sozinho pode ser uma opção mais econômica e flexível, porém requer muita disciplina e organização pessoal para garantir um bom aprendizado.

Por outro lado, fazer um curso preparatório pode oferecer uma estrutura mais sólida e direcionada para a sua preparação.

Em um curso preparatório, você pode ter a oportunidade de interagir com outros concurseiros que compartilham dos mesmos objetivos e desafios, o que pode ser muito motivador e enriquecedor.

Já um coach pode oferecer orientações personalizadas e auxiliar no planejamento e acompanhamento dos seus estudos.

Cada uma dessas opções possui suas vantagens e desvantagens, por isso é importante avaliar qual se encaixa melhor nas suas necessidades e possibilidades.

Conclusão

Esperamos que essas 20 dicas de como se preparar para concurso tenham sido úteis e possam ajudá-lo a alcançar seus objetivos.

Não existe uma fórmula mágica ou segredo infalível para passar em um concurso, mas com dedicação, disciplina e estratégia é possível alcançar a aprovação.

Busque manter o equilíbrio entre os estudos e sua saúde física e mental, além de valorizar cada conquista ao longo do caminho.

E sempre tenha em mente o seu propósito e os benefícios que a aprovação irá trazer para a sua vida, assim será mais fácil superar os desafios e se manter motivado.

Por fim, não se esqueça de conferir também o nosso artigo sobre os melhores cursos para concursos em 2024.

Ter acesso a materiais especializados pode fazer toda a diferença na sua preparação.

Banner
Banner
Banner

Sobre o autor

Picture of Erick Melo

Erick Melo

Erick Melo é servidor público, autor e editor do site Dr. Concursos. Ele acredita que a educação é uma ferramenta para o desenvolvimento pessoal e profissional, e trabalha para oferecer conteúdos de qualidade que auxiliem as pessoas a se prepararem para concursos públicos.

Sobre o autor

Picture of Erick Melo

Erick Melo

Erick Melo é servidor público, autor e editor do site Dr. Concursos. Ele acredita que a educação é uma ferramenta para o desenvolvimento pessoal e profissional, e trabalha para oferecer conteúdos de qualidade que auxiliem as pessoas a se prepararem para concursos públicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *